Psicologia

 

O Psicólogo na instituição é atender pessoas com deficiência intelectual e/ou múltipla e transtorno do espectro autista, estimulando as áreas cognitiva, executiva e psicomotora e intervindo nos comportamentos inadequados.

 

Fonoaudiologia

A Fonoaudiologia é a ciência que cuida de todos os processos de comunicação humana e seu desenvolvimento. Atua na reabilitação da comunicação de crianças e adultos, que pode estar alterada por diferentes motivos como autismo, síndromes alterações neurológicas, deficiência auditiva, ou mesmo um atraso de linguagem sem nenhum outro fator associado. A terapia fonoaudiológica visa principalmente facilitar ou aprimorar a comunicação. 

Fisioterapia

Os tratamentos realizados no setor de fisioterapia tem, por objetivo preservar, manter, desenvolver e restaurar o quadro clínico do atendido. Desenvolvendo os movimentos corporais, coordenação motora, disciplina e a valorização da autoestima, melhorando a qualidade de vida.

 

Serviço Social

Atendimento social a usuários e famílias, visitas domiciliares; realização de grupo socioeducativo; encaminhamento a rede socioassistencial e órgãos públicos; realização de relatórios, estudos sociais e projetos sociais.

Oficina de Jogos

O profissional realiza as atividades com crianças, adolescentes e adultos, com paralisia cerebral, síndrome de down e outras doenças neurológicas. Com o objetivo de melhorar o equilíbrio, orientação espaço temporal, lateralidade e noção corporal. Realiza também atividades como jogos lúdicos e esportivos.

Oficina de Arte

Atividades ligadas à oficina de arte: teatro, expressão corporal, confecção de brinquedos, pintura e desenho, com o objetivo de incentivar novas formas de expressão de comunicação e sentimentos, contribuindo assim para a melhoria da qualidade de vida e condições de convívio dos alunos com seus familiares e comunidade.

Oficina de Música

A oficina de música tem o objetivo de possibilitar aos alunos o conhecimento sobre as várias possibilidades da linguagem musical, com atividades de canto, instrumental, interação e desinibição através de dinâmicas de grupo.

Crianças, adolescentes e adultos em geral com deficiência devem ter acesso à educação musical, pois se trata de um excelente meio para o desenvolvimento da expressão, do equilíbrio, da auto-estima e autoconhecimento, além de poderoso meio de integração social.

© 2020